Translate

sexta-feira, 8 de abril de 2016

PARABÉNS POLICIA MILITAR



Nesse artigo não tenho interesse de abordar os feitos profissionais e a missão do policial militar para com a sociedade. Todavia eu quero jogar luz na atitude de companheirismo, humanidade e ajuda mutua entre os soldados em qualquer ocasião.
Senão vejamos:

Era o velório do irmão Joaquim Correia, homem sisudo com mais de 90 anos de história, mas que como todo homem chegou a hora de fechar o livro e partir para a morada eterna.

O irmão Joaquim deixou muitos filhos, netos, netas e bisnetos. Salienta-se que entre sua prole é composta de pessoas distintas e respeitadas pela sociedade. Mas nesse artigo que quero destacar o seu filho que é policial militar e que serve na ROCAM- Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas na cidade Campinas São Paulo.

Naquela noite de dor, o irmão Joaquim inerte no caixão rodeado pela sua enorme família e entre a sua prole estava o seu policial militar naquela noite sem a farda, mas rodeado rodeado pelos seus inúmeros companheiros de companhia fardados e ostensivos, os quais, encheram a sala do velório de soldados e o pátio do Cemitério da Saudade de motocicletas revezando-se durante toda a noite e até o sepultamento eles estavam lá.

O que me deixou maravilhado é que ali não era uma perseguição de um meliante ou suspeito, mas soldados que choravam com o irmão de companhia e ofereciam o ombro para que esse irmão pudesse chorar.

Mas agora recentemente outro fato chamou minha atenção, mas dessa vez no Estado de Minas Gerais.

Estava eu as 22:30 buscando Filhas na UNIPAC na cidade de Teófilo Otoni, milhares de universitários na rua voltando para casa. Eu fazia o retorno na pracinha ali perto, quando de repente uma viatura da Policia Militar passou em alta velocidade em perseguição a não identificado por mim.

Em questão de segundos aquela viatura adentrou a uma depressão na rua e foi aos ares, numa terrível cena cinematográfica capotou várias vezes e parou com as quatro rodas para cima.

Os universitários foram correndo tentar socorrer os policiais que ainda estavam dentro do carro, outras viaturas se aproximaram em alta velocidade, dezenas de soldados deixaram a perseguição e foram em direção aos companheiros presos nas ferragens.
Era triste ver o desespero daqueles soldados, o carro em chamas podia explodir a qualquer momento, mas os soldados estavam ali e não arredavam pé.

Vendo a multidão de pessoas e soldados aglomerarem achei por bem ficar de longe, mas de repente uma voz ecoou naquele vale pedindo um extintor de incêndio, uma chama crescia no motor e os soldados desesperados gritavam por alguém com extintor, eles não queriam ver os companheiros morrerem queimados.

Fiquei comovido, sai correndo com o extintor na mão, apagamos aquele foco de fogo enquanto mais e mais viaturas chegavam para dar apoio, os soldados do corpo de bombeiro também chegaram e uma multidão de soldados unidos não abandonaram os companheiros que sucumbiram, mas com galhardia tiram os amigos daquela ferragem, ainda que arriscando a própria vida.

Quem serve num quartel como os quartéis da Policia Militar espalhados por esse Brasil a fora, tem razão de se orgulhar por ser soldado, pois sabem que podem contar com os companheiros em qualquer circunstância e têm certeza que não morrerão sem socorro.

Parabéns soldados da Policia Militar, vocês me inspiram a ser mais companheiro e mais humano.