Translate

quarta-feira, 13 de abril de 2016

EU SOU AMANTE DA GRAÇA

Falo da realidade... daquilo que acontece, daquilo que vivemos ainda que a lei nos proíba e nos condena.

Pode ser um escândalo, mas confesso:
Eu sou amante da graça...

E alguém assustado me interpela e diz:
Amante?
E eu digo:
Sim amante, a graça não é minha, porém à amo de paixão.

Pois em tempos em que a espada da lei feria sem misericórdia os transgressores, a Graça se manifestou trazendo salvação a todos sem distinção.

Não tem nem rico nem pobre, nem macho nem fêmea, nem escravo nem livre, mas simplesmente como um rio que alegra a cidade de Deus a Graça se manifestou trazendo salvação a todos os Homens.

A Graça é graça por ter o condão de nos dá aquilo que não merecemos.
Mas nos alegra saber que ela, a Graça, é rica em misericórdia e bondade e a sua misericórdia é a causa de não sermos consumidos.

Sim, sou amante da graça...

A graça é linda, as minhas misérias não interferem na sua beleza nem na sua eficácia e os meus pecados não mancham suas vestes.

Um dia Ela (a Graça) foi ferida pelas minhas transgressões e moída pelas minhas iniquidades, o castigo que me traz a paz estava sobre ela, mas pelas suas pisaduras eu fui sarado.

Não resta dúvida que a lei é santa, é pura, é verdadeira, é perfeita, é espiritual, mais doce do que o mel e mui desejável...

Todavia eu sou pecador, impuro, mentiroso, imperfeito, amargo, carnal e desprezível...fui medido e fui pesado pela lei e fui achado em falta...a minha justiça no crivo dessa lei não passa de trapo de imundícia...

Mas a Graça manifestada lá no Calvário me redime, me justifica, me santifica, me purifica, me faz verdadeiro, me aperfeiçoa, me torna doce, espiritual, agradável e aceito.

Sou amante da Graça e preciso dela urgente para que a lei de Deus possa está escrita não mais nas tábuas de pedra, mas escrita no mais profundo do meu coração e possa resplandecer em minhas ações diante Deus e dos homens.


Eu sou amante da Graça e dela preciso urgentemente.