Translate

terça-feira, 1 de agosto de 2017

UM OLHAR INTROSPECTIVO



Talvez  Narciso não tivesse desaparecido na relva, caso o espelho das águas pudesse refletir com a mesma intensidade a imagem do seu homem interior.

Daí a necessidade da autocrítica, do olhar introspectivo, aquele olhar que nos faz ver além da beleza estampada no invólucro do ser,  a miséria oculta no íntimo da alma

Pois quando conseguimos ver apenas as nossas virtudes e riquezas, nos tornamos presunçosos, arrogantes, exaltados  e repletos de orgulho. 

Mas quando enxergamos as nossas imperfeições, as nossas fraquezas e misérias ocultas, sentimos  necessidade de exercitar os músculos da nossa consciência, afim de melhorarmos o nosso interior, de onde procede aquilo que realmente somos, afim de melhorarmos um pouquinho mais.

Afinal, necessário se faz postar sem constrangimentos a Self que retrata a imagem do interior da  alma na mesma proporção que se posta a imagem que reflete o belo corpo sarado.