Translate

quarta-feira, 5 de março de 2014

É hora de abrir os olhos, afiar a espada e aferir a balança...


Agir com graça é dar ao réu já condenado a liberdade que ele não era digno, enquanto que agir com misericórdia é deixar de dar a sentença punitiva que o réu merecia.

Todavia justiça não se confunde com graça muito menos com misericórdia, mas ela está intimamente ligada a olhos abertos, a espada do direito e ao grau de fidelidade da  balança. Pois ser justo é dar a cada um, exatamente aquilo que ELE merece.

Conclui-se que para o jurista agir com justiça, ele deve estar de olhos bem abertos, deve aplicar o direito e  aferir com muito cuidado a balança e os pesos que serão usados, na hora de proferir a sentença, a fim de garantir imparcialidade e igualdade entre as partes envolvidas na lide.
José Gildásio
Verão/2014

domingo, 2 de março de 2014

O rufo dos tambores e o encanto dos dribes

Cuidado Brasileiros!
 

Se não prestar muita atenção,
os bêbedos do carnaval serão driblados na Copa
e levarão um chapéu nas próximas eleições...

Brasileiros e brasileiras,
é hora de esquecer o rufo dos tambores e o encanto dos dribles e focar sua atenção nas realizações e atitudes daqueles que irão nos representar por mais 4 longos anos...

sábado, 1 de março de 2014

JURIS VIM - A Força do Direito: O PERIGO DO DESENCANTO...

JURIS VIM - A Força do Direito: O PERIGO DO DESENCANTO...: Cuidado! O desencanto é um assassino de sonhos, um construtor de apóstatas, um fabricante de eremitas. Não se engane companheiro! O des...

O PERIGO DO DESENCANTO...

Cuidado!
O desencanto é um assassino de sonhos, um construtor de apóstatas, um fabricante de eremitas.

Não se engane companheiro!
O desencanto é o coveiro dos sonhos e das realização daqueles que escondem seus defeitos buscando perfeição entre imperfeitos, força entre os fracos e super-heróis onde existem apenas caminhantes desprovidos de superpoderes.

Cuidado!
O desencanto leva a pessoa...
a mirar nos outros e esquecer o seu alvo, o desencanto leva o desencantado a sacrificar seus ideais no altar da covardia, simplesmente por estar desprovido de bom censo.

Sim bora amigo!
Levanta-te agora, sacode a poeira e renove sua esperança. Pois um dia um HOMEM PERFEITO foi sacrificado entre dois imperfeitos e bradou em alta voz em prol das nossas vidas:

"PAI PERDOA-LHES PORQUE NÃO SABEM O QUE FAZEM...”