Translate

quarta-feira, 5 de março de 2014

É hora de abrir os olhos, afiar a espada e aferir a balança...


Agir com graça é dar ao réu já condenado a liberdade que ele não era digno, enquanto que agir com misericórdia é deixar de dar a sentença punitiva que o réu merecia.

Todavia justiça não se confunde com graça muito menos com misericórdia, mas ela está intimamente ligada a olhos abertos, a espada do direito e ao grau de fidelidade da  balança. Pois ser justo é dar a cada um, exatamente aquilo que ELE merece.

Conclui-se que para o jurista agir com justiça, ele deve estar de olhos bem abertos, deve aplicar o direito e  aferir com muito cuidado a balança e os pesos que serão usados, na hora de proferir a sentença, a fim de garantir imparcialidade e igualdade entre as partes envolvidas na lide.
José Gildásio
Verão/2014