Translate

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

TEM COMO RECUPERAR AS PERDAS SOFRIDAS NO FGTS DE 1999 a 2013

Segundo a CSB – Central dos Sindicatos brasileiros na sua pagina –(http://csbbrasil.org.br/csb-orienta-os-trabalhadores-a-recuperarem-as-perdas-do-fgts/), do ano de 1999 até 2013 os trabalhadores brasileiros sofreram perdas de até 90% no saldo do (FGTS)Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, devido a correção ter sido efetuada erradamente pela TR – Taxa Referencial,  aplicando-a ao referido FUNDO.

Porém a TR – Taxa Referencial vem sofrendo redução desde 1999 chegando a zero no ano de 2012, o que fez diminuir a renumeração do FGTS durante todos esses anos, considerando que  na correção do referido fundo deve ser aplicado juros de 3% ao ano mais a TR.

As ações que vem sendo movidas pelos trabalhadores ou pelos sindicatos,  requer  o recálculo retroativo da TR para repor as perdas na correção do FGTS de 1999 a 2013 e também requer que  a correção seja feita com base no INPC- Índice Nacional de Preços ao Consumidor.

Os trabalhadores que tiveram movimentação no FGTS do ano de 1999 a 2013 poderão procurar  um advogado da sua confiança e ingressar na justiça a fim de reivindicar a revisão dos saldos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS.

Documentos necessários para entrar com:

a)    - Cédula de Identidade – RG;

b)    - Cópia do CPF;

c)     - Comprovante de endereço;

d)    - Cópia - PIS/PASEP;

e)    - Cópia da Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS;

f)      - Extrato analítico do FGTS, emitido pela Caixa Econômica Federal;

g)    - Carta de Concessão do Benefício – para os aposentados;

Para obter mais informações procure um advogado.